Além da limpeza e alimentação saudável o que posso fazer para evitar a cárie nos primeiros anos de vida de uma criança?

O uso do flúor é importante. Ele não deixa de ser um medicamento, logo há uma dose benéfica e outra que pode fazer mal, sendo assim deve ser usado com supervisão do odontopediatra.

Quando meu filho deve consultar odontopediatra pela primeira vez?

Os pais podem levar seus bebês a partir dos 6 meses de idade, para receberem orientações sobre higiene, informações sobre erupção dentária, alimentação, bons hábitos itens fundamentais para sucesso da prevenção.

Quando surgem os primeiros dentes?

Por volta dos 6 meses começam a surgir os primeiros dentinhos e normalmente a dentição vai se completar por volta dos 2 anos e meio.

Como preparar meu filho para a primeira visita ao dentista?

Crie uma imagem agradável da Odontopediatra para seu filho adquirir confiança nela. Transmita sempre uma atitude positiva e nunca utilize idéias negativas (medo, dor, injeção, arrancar, furar, picadinha, etc). Uma consulta agradável em ambiente amistoso ajudará o estabelecimento de um vínculo afetivo.

Os dentes de leite são importantes? Por que tratá-los?

Os dentes de leite são de fundamental importância, pois servem de guia para os dentes permanentes nascerem na posição correta, mantendo um equilíbrio das estruturas da face (dentes, ossos, músculos), mantêm os espaço na arcada para os futuros dentes permanentes, são importantes para a correta mastigação, deglutição e fala. Dentes perfeitos permitem que a criança sorria, contribuindo para a sua socialização.

Como proceder em caso de traumatismo?

Dependendo da intensidade do trauma, se não houver perda total, o dente poderá ficar mole, escurecer na hora ou mais tarde, a gengiva poderá sangrar. Se houver necrose (morte) da polpa do dente é necessário tratamento de canal para evitar a perda precoce. Seja qual for a intensidade do trauma, a conduta mais adequada é procurar imediatamente o Odontopediatra para avaliação clínica e radiográfica

Bebê tem cárie? Quais são as causas?

Sim, o bebê pode ter cárie. O hábito de o bebê ser amamentado ou alimentado com mamadeira de leite, chá ou qualquer líquido com açúcar, mel, achocolatados, principalmente à noite, pode provocar cárie de mamadeira, que é aguda, provoca dor e tem evolução rápida, chegando a causar a destruição dos dentinhos num curto espaço de tempo. O aleitamento materno prolongado (até os 2 ou 3 anos de idade) sem a devida higiene e de forma indiscriminada, também pode levar ao aparecimento de cárie.

Dicas / Orientações aos pais:

• Dê preferência a marcar consultas em um horário que a criança esteja descansada.
• Mantenha os retornos combinados, evitando maiores intervenções futuras. A prevenção é o melhor caminho para a saúde bucal.
• Na véspera das consultas não engane a criança, se houver muita ansiedade, tente controlá-la.
• Não iniba a curiosidade da criança, se não souber responder diga criança que o dentista poderá ajudar a esclarecer a dúvida.
• Os pais nunca devem comentar experiências desagradáveis ocorridas durante tratamentos passados e devem evitar palavras ou expressões como “dor, agulha, sangue, picada, injeção, arrancar dente, “o dentista não vai te machucar”,etc ...Elogie o comportamento da criança e encoraje-a com palavras positivas.
• Os pais representam um fator importante e decisivo no sucesso do tratamento de seus filhos. Os bons hábitos adquiridos na infância, certamente perdurarão por toda a vida. Assim sendo, é fundamental o incentivo de uma boa higiene bucal e uma dieta pouco cariogênica.
• Limite os lanches entre as refeições (especialmente os que contêm alimentos e/ou bebidas açucaradas como bolachas, pão, achocolatados, refrigerantes.